FILHA ARREPENDE-SE ARRUINAR A MÃE, E DECIDE REGRESSAR A CASA COM 3.995.000.00 KZS DOS 4.000.000.00 KZS SAQUEADOS

16.05.2024

O coração de mãe tem lugar para acolher e perdoar os filhos arrependidos

Por: Domingos Marques

Depois de ter Furtado na passada segunda-feira, 13 de Maio, 4.000.000.00 kzs, dos cofres de sua mãe Leopoldina Ngueve, Manuela Barros de 26 anos de idade, com dois bebês (gêmios) ao colo, não resistiu o peso de consciência, posta no bairro Catoto, na cidade capital do Namibe, disse ter-se arrependida pelo que fez contra a sua mãe, tendo perdido ação de viajar para fora do Namibe com os seus bebês e com o dinheiro da mãe, como pretendia.

Maria Leopoldina Ngueve

Conta a mãe, que ela disse ter ficado desde às 3 horas de madrugada até as 11 horas de ontem, que ligou para a mãe, pedindo desculpas pelo constrangimento e ao mesmo tempo implorando que lhe fosse buscar naquele local, porque tinha perdido ação de se locomover.

Leopoldina Ngueve, com o coração de mãe foi ao local buscar a filha, “fria sem chama e nem forças para andar”, com os dois netos.

Conforme os ouvintes do NFV podem ouvir os dois áudios, o de segunda-feira, 13 e o de alívio, quarta-feira 15, facilmente pôde-se perceber que o caso de Manuela Barros, m.c.p Nela, solteira de 26 anos, residente no bairro espírito santo, cidade capital do Namibe, que supostamente tivera furtado 4.000.000 de kwanzas a sua mãe, Maria Leopoldina Ngueve, denúncia feita pela própria mãe da Manuela Barros na segunda-feira, 13, do corrente mês, aos microfones do NFV, com lagrimas no rosto e desesperada sem beira, nem eira, solicitando ajuda ao jornalista Armando Chicoca, que se efectue um trabalho árduo para se interpelar a filha, que a visada mãe, além dos 4 milhões de Kwanzas furtados, ela desapareceu com duas crianças.

Primeira entrevista consedida pela Maria Leopoldina ao NFV

 

Depois de ter sido orientada a comunicar aos órgãos policiais, ter passado pelos Serviços de investigação criminal (SIC) do Namibe, DIIP e aos órgãos de comunicação social, e com a intervenção de algumas igrejas como: IECA e Igreja Profética Vencedora no Mundo e em particular o NFV, fez-se um trabalho profundo, o caso mexeu com tudo e todos.

Manuela Barros

Na manhã de Quarta-feira, 15 de Maio, Maria Leopoldina Ngueve a mãe de Manuela Barros, em contacto telefônico com o Jornalista Armando Chicocca, trouxe a boa nova.

A filha foi encontrada nas mediações da localidade do bairro “Catoto” nesta cidade capital do Namibe. Como o coração de mãe tem lugar pra todos “Senhor Chicoca, a Manuela apareceu, ela ligou-nos com um número estranho, dizendo mamã por favor vem me buscar, me perdói, pelo que fiz, não sei o que me deu na cabeça”, disse Leopoldina Ngueve, realçando que quando estavam caminhando para o local de resgate tentaram telefonar para o jornalista Armando Chicoca e o NFV mas sem sucesso.

Sublinhou que “graças á Deus nos 4.000.000.00 kzs, gastou apenas 5.000.00 kzs que comprou bolachas para as crianças.”, esclareceu.

 

Armando Chicoca do NFV, pediu encarecidamente á mãe da Manuela, que se dê um depoimento para dar a conhecer e agradecer as autoridades afins, que trabalharam arduamente para que este acto tivesse sucesso, como é o caso do departamento de ilícios penais.

Maria Leopoldina Ngueve

Para Maria Leopoldina, o depoimento dado pelos guardas da casa vizinha, segundo os quais “a Manuela subiu num carro por volta das três horas da madrugada de segunda-feira, não corresponde a verdade, ela apenas pegou uma moto e foi de imediato ao bairro Catoto onde foi encontrada, talvez com a pretensão de querer viajar para outras províncias”, concluiu.

O Namibe Fala a verdade, em nome da cidadania participativa, agradece a Deus, ao Espírito Santo, aos anjos, ao SIC, DIIP e a todos que direita ou indiretamente participaram nesta operação, que permitiu bloquear a Manuela de Barros para que não saísse para fora da cidade do Namibe, com o dinheiro furtado na mãe.

Segunda entrevista consedida pela Maria Leopoldina ao NFV

 

A cidadania participativa aliada a liberdade de expressão e de imprensa, é umas das armas de proteção do patrimônio colectivo. Estamos juntos. DM

Recentes

NFV FORA D` HORAS 14-06-2024

Noticiário NFV, edição de sexta-feira dia 14 de Junho de 2024 com os seguintes tópicos: 1 - Namibe: Comunidade albinista clama por fim de discriminação e esclusão social; 2 - Empresários namibianos do ramo de turismo querem investir no Namibe; 3 - Refugiados da RDC...

pergunta, sugere, denuncia, contribui

Jornalismo com tempo e profundidade faz-se com a tua participação e apoio.

Share This